Finanças e Contabilidade

Contabilidade Analítica e Geral

A contabilidade analítica, contabilidade de custos, contabilidade de gestão ou contabilidade interna é um ramo da contabilidade essencial na tomada de decisões sobre a gestão das empresas.

Ao contrário da contabilidade financeira, a contabilidade analítica tem uma visão interna e mais pormenorizada da empresa.

Pela sua importância, neste artigo vamos explicar o que é a contabilidade analítica e as suas vantagens.

Contabilidade Analítica: o que é?

A contabilidade analítica é um ramo da contabilidade que analisa os quadros e mapas empresariais, nomeadamente os balanços, as demonstrações de contas e fluxos de caixa para estes auxiliarem os gestores intermédios e de topo na gestão e administração da empresa.

O seu objetivo é apurar os resultados de cada atividade, avaliando as suas estruturas de custos e de proveitos.

A contabilidade analítica permite, por exemplo, determinar o total de vendas, os custos correspondentes e o lucro/prejuízo, por ramos de atividade, produtos, serviços, clientes ou outros elementos. É em vários casos aplicada a projetos de investimento, visando perceber se devem ser financiados ou não (se podem ou não atribuir lucro).

Vantagens

  • Maior número de informações

Ao saber mais detalhes sobre os seus fornecedores e clientes, o gestor pode adotar diferentes estratégias, o que pode alavancar as vendas ou melhorar o processo de recebimento. Também podem ser detalhados os gastos numa determinada área da empresa e compreender onde o dinheiro está a ser gasto.

  • Entendimento dos gastos

Ao detalharem-se os tipos de gastos, numa determinada área da empresa e compreender onde o dinheiro está a ser gasto podem ser traçados objetivos de diminuição, substituição ou cortes.

  • Foco na rentabilidade de produto
  • Interna e menos rígida, em oposição à contabilidade financeira
  • Estabelece padrões e previsões (presente e futuro)